Educação publica continua péssima.


Que a educação publica no Brasil não tem qualidade não é novidade para ninguém, isso é facilmente comprovado nos vestibulares para as faculdades mais concorridas onde uma minoria oriunda de escola publica consegue passar, claro que não por méritos da educação que recebeu e sim pelo seu esforço, persistência e dedicação, já para os demais resta o esforço de estudar em alguma faculdade caça níquel cujo vestibular é uma mera formalidade e não necessariamente testar o conhecimento do candidato a universitário.

Mas nada como entrar em uma escola publica e permanecer na mesma algumas horas e constatar o que é oferecido ao aluno, fui prestar um concurso publico na Escola Estadual Francisco D Amico, localizada em Taboão da Serra, e o  que eu encontrei banheiro masculino sem papel higienico, sabonete, ou algo para secarmos a mão, mas pra que secar as mãos  se até as torneiras estavam quebradas ? Por falar em quebrado também tinha algumas vidraças nesse estado, e carteiras abandonadas em um canto do pátio, a quadra apesar de coberta, estava em péssimo estado de conservação, e o muro da escola  é muito baixo, ou seja, facilita a entrada e saída de  pessoas má intencionadas.

A pergunta que fica no ar é como alunos de escolas com péssima estrutura, poderá competir em condições iguais, com alunos de escolas particulares e bem estruturadas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s